Conectividade é o grande gargalo para a consolidação da agricultura digital

Lideranças em agricultura discutem no ESALQSHOW como será o futuro do setor para a sociedade
10-outubro-2018
Gestão de Sistemas Integrados na Agricultura é destaque no AgTech Valley Summit
11-outubro-2018

Conectividade é o grande gargalo para a consolidação da agricultura digital

Discutir com representantes de grandes empresas de tecnologia, de universidades de ciências agrárias, produtores rurais e institutos de pesquisa quais são os principais desafios para que as tecnologias sejam de fato implantadas no campo foi o objetivo do Painel Agricultura Digital, realizado no dia 10 de outubro, no Espaço Inovar ESALQ & CIA. durante o ESALQSHOW, em Piracicaba.

Foram abordados aspectos como instrumentação, monitoramento e mercado, tecnologia no uso da água, conectividade e visão do usuário de tecnologia. Participaram do painel Naldo Dantas, especialista em Novos Negócios da Bosch; Vinicius Dalben, vice-presidente da Ericson Brasil, o produtor rural Ricardo Cunha; Silvio Crestana, chefe da Embrapa Instrumentação; Thais Guarda Prado Avancini, coordenadora de Engenharia Agronômica e de Alimentos da Faculdade de Engenharia de Sorocaba; Alex Santos, Enterprise Account Manager da Motorola Solutions; e MaartenKrol, da UT-Enschede, da Holanda.

“Conseguimos atingir os objetivos propostos para esse painel, tendo em vista que tivemos a participação de grandes nomes, de importantes empresas e a visão do produtor rural para tratar de um tema extremamente atual e perceber que há pessoas tentando buscar soluções pra resolver e aplicar essa tecnologia no campo”, avalia o professor da ESALQ/USP, Jarbas Honório, que moderou o painel e comemorou a maior aproximação que vem ocorrendo entre a iniciativa privada e a academia para o desenvolvimento de pesquisas e projetos em conjunto nessa área.

Na visão do professor, o fortalecimento da área digital no campo possui dois gargalos: a conectividade e o acesso à tecnologia ainda restrito a produtores com maior poder aquisitivo. “Considero a conectividade o principal entrave porque o pequeno produtor tem acesso à internet, possui celular e quer implantar tecnologia. Mas quando ele vai para a sua condição no campo, as coisas não funcionam, a internet não pega, não tem sinal e ele desanima. É importante constatar que grandes empresas estão se mexendo para oferecer soluções a essa problemática”, ressalta Honório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *