História

A Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (FEALQ) é entidade de direito privado, sem fins lucrativos, com autonomia administrativa e financeira e desde o seu estabelecimento, em 30 de dezembro de 1976, vem se constituindo como órgão de apoio institucional à Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Centro de Energia Nuclear na Agricultura e outras unidades da Universidade de São Paulo e de instituições públicas e privadas na obtenção de recursos humanos e materiais para ao desenvolvimento de suas atividades.

Administra recursos de projetos de pesquisa, organiza e gerencia cursos, simpósios, seminários, congressos e outros eventos técnico-científicos oferecidos pelas instituições que apoia. Edita livros, anais de reuniões científicas e outras publicações para divulgação de tecnologia.

Especialmente, os grandes objetivos da FEALQ tem sido:

  1. Colaborar em programas de desenvolvimento econômico-social estabelecidos com a ESALQ e outras unidades da USP;

  2. Promover ou administrar recursos de cursos de especialização, aperfeiçoamento, difusão cultural e extensão universitária, simpósios, seminários, conferências e estudos que visem a melhoria do conhecimento agronômico, nas diversas instituições ligadas ao setor agrícola;

  3. Colaborar no desenvolvimento dos cursos de pós-graduação na ESALQ bem como de outras unidades da USP e de outras universidades que venham a solicitar seus serviços;

  4. Promover a divulgação de conhecimentos agronômicos e correlatos que, através de publicações técnicas, periódicos, monografias, e outras formas adequadas;

  5. Realizar ou administrar recursos de pesquisas que atendam às necessidades dos setores públicos e privados, observando-se os padrões acadêmicos que permitam, simultaneamente, o alcance dos objetivos propostos e o treinamento de pessoal especializado.

Por ser entidade de natureza privada sem fins lucrativos e com autonomia administrativa e financeira, oferece agilidade e flexibilidade para alocação de recursos em atividades de pesquisa, administrando-os com vistas à realização de pesquisas tecnológicas e socioeconômicas nas áreas de ciências agrárias, ambientais e sociais aplicadas.