PRAGAS INTRODUZIDAS NO BRASIL - INSETOS E ÁCAROS

EVALDO FERREIRA VILELA E ROBERTO ANTONIO ZUCCHI

Dê Sua Opinião Sobre o Produto

Disponível: Em estoque

R$140,00

Descrição Adicional

EDITORA FEALQ

Este livro, cuidadosamente elaborado, contou, em todas as etapas de produção e edição, com ativa participação de autores, editores e revisores de modo a oferecer ao público esta valiosa contribuição para o aperfeiçoamento de métodos e Procedimentos que visam a proteção dos interesses da agricultura nacional. É imprescindível, também, que as instâncias governamentais, as quais vêm procurando a inserção cada vez mais agressiva do país no comércio global, implementem programas de apoio à defesa vegetal. Universidades, empresas, produtores e setores governamentais relacionados à agricultura, em um esforço conjunto, certamente poderiam fazer muito mais pela proteção das nossas lavouras e, consequentemente, da nossa economia, do emprego e da renda. Este livro é uma contribuição também nesse sentido.
Pragas Introduzidas no Brasil

Mais Imagens

  • Pragas Introduzidas no Brasil
  • Pragas Introduzidas no Brasil
  • Pragas Introduzidas no Brasil

Detalhes

Este livro, com 55 capítulos e mais de 200 fotografias em cores, contou com a participação de 127 pesquisadores de 66 instituições do Brasil e do exterior. É uma versão revisada, atualizada e ampliada do livro Histórico e impacto das pragas introduzidas no Brasil, editado em 2001 por Evaldo F. Vilela, Fernando Cantor e Roberto A. Zucchi (esgotado em 2007). O livro está dividido em cinco partes: (1) Defesa fitossanitária (2) Fruticultura e plantas ornamentais (3) Horticultura e plantas forrageiras (4) Grandes culturas (5) Florestas. Na parte I, são discutidas as ameaças fi tossanitárias para o Brasil, a quarentena vegetal, o registro de praga introduzida, o trânsito de vegetais no comércio internacional e é feita a análise de benefício–custo da praga introduzida. Nas demais partes, são tratadas as pragas das frutíferas, das plantas ornamentais, das hortaliças, das plantas forrageiras e das grandes culturas, que foram introduzidas no Brasil entre o início do século XX e a segunda década deste século. Nessas partes, são apresentados dados taxonômicos, históricos, biológicos, sobre prejuízos e controle para cada praga (insetos e ácaros). Várias pragas introduzidas há muito tempo, que não haviam sido abordadas na versão anterior, foram incluídas neste livro. É uma obra que alerta também para os problemas da ocorrência de espécies exóticas (ácaros e insetos) no Brasil, que aumentaram significativamente em número na última década. A possibilidade de uma praga ser introduzida é um risco constante, que afeta todo o processo fitossanitário, haja vista os problemas no manejo do controle e as perdas econômicas decorrentes da recente constatação de Helicoverpa armigera no país. Esta obra visa atender as expectativas de pesquisadores, engenheiros agrônomos, agentes alfandegários, biólogos, estudantes e pessoas interessadas em entomologia e seus aspectos básicos, aplicados e históricos (908 PÁGINAS).

Informação Adicional

ISBN 978-85-7133-079-5